24 de Abril, 2020

COLÁGENO HIDROLISADO NA SUPLEMENTAÇÃO ALIMENTAR

COLÁGENO HIDROLISADO NA SUPLEMENTAÇÃO ALIMENTAR
Ingerir o colágeno na forma de suplemento é extremamente importante, principalmente porque esta é a proteína mais abundante do organismo. O colágeno é o componente principal da matriz extracelular, constituindo 75% do peso seco da pele. Estudos comprovam que com o início da fase adulta, a deficiência de colágeno começa a ocorrer, pois tanto o processo de envelhecimento como a má alimentação afetam a demanda desta proteína no corpo (há a diminuição gradativa na produção, acompanhada do aumento da degradação). A partir de 30 anos, o corpo começa a perder 1% de colágeno por ano. Seu declínio qualitativo e quantitativo está associado, dentre outros fatores, ao envelhecimento cutâneo.
Nas mulheres, a redução do conteúdo de colágeno se intensifica nos anos que seguem a menopausa, por conta da diminuição nos níveis de estrogênio (hipoestrogenismo). Assim, a privação hormonal e o envelhecimento alteram o metabolismo dos tecidos conjuntivos, levando ao decréscimo da proteína.
O colágeno é uma proteína estrutural, que mantém as células do corpo firmes e unidas, sendo crucial para a saúde dos tecidos, incluindo pele, músculos, ligamentos, tendões, articulações, ossos.
A reposição de colágeno no organismo pode ser feita através de uma alimentação equilibrada. Entretanto, somente esta não é suficiente, especialmente a partir de certa idade. Nesse caso, torna-se importante a suplementação. Suplementos alimentares à base de colágeno são reconhecidos e permitidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a ANVISA. A suplementação é geralmente segura, sem efeitos adversos relatados.
Existem diversos tipos de colágenos que hoje são empregados na forma de suplementos alimentares. O colágeno presente no Colamin é hidrolisado, ou seja, derivado da hidrólise química e enzimática das moléculas da proteína em partículas menores (aminoácidos, especialmente glicina e prolina), o que facilita sua disponibilidade e absorção pelo intestino. Pela eficiência em ser absorvido pelo organismo, em vista de seu peso molecular relativamente baixo, é a opção mais indicada por médicos e nutricionistas. Seu uso associado a uma rotina de exercícios e dieta balanceada promove resultados muito benéficos. Vários trabalhos que analisaram a suplementação com colágeno em animais e humanos demonstraram que a ingestão da proteína provocou um aumento da sua síntese pelo organismo, e a consequente atenuação dos sinais de envelhecimento.
Colamin é um suplemento vitamínico-mineral e à base de colágeno, composto com as matérias-primas mais avançadas do mercado. Apresenta ainda em sua composição a vitamina B5 ou Pantotenato de Cálcio, a Vitamina B6 ou Piridoxina e o mineral Selênio. É produzido na forma líquida e com sabor diferenciado e idêntico ao natural de frutas vermelhas. O seu emprego é generalizado, ou seja, para diversas finalidades, incluindo melhora de desempenho, envelhecimento saudável e nutrição.
O produto pode ser consumido puro ou diluído em água ou suco, como preferir. Sugere-se o consumo de 2 copos de medida (30 ml) diariamente para atingir a dose recomendada de proteína, ou seja, 10 gramas (conforme descrito no rótulo e na caixa do produto). Prefere-se que a suplementação ocorra longe das refeições principais, em vista do alto conteúdo de proteínas. Portanto, o ideal é consumir ao acordar ou antes de dormir.

Referências:
BOMBANA, V. B.; ZANARDO, V. P. S. Uso do colágeno hidrolisado na prevenção do envelhecimento cutâneo. Perspectiva, v. 43, n. 161, p. 101-110, 2019.
CHOI, F. D. et al. Oral collagen supplementation: a systematic review of dermatological applications. J Drugs Dermatol, v. 18, n. 1, p. 9-16, 2019.
FENG, M.; BETTI, M. Transepithelial transporte efficiency of bovine collagen hydrolysates in a human Caco-2 cell line model. Food Chemistry, v. 224, p. 242-250, 2017.
GONÇALVES, G. R. et al. Benefícios da ingestão de colágeno para o organismo humano. REB, v. 8, n. 2, p. 190-207, 2015.
PORFIRIO, E.; FANARO, G. B. Suplementação com colágeno como terapia complementar na prevenção e tratamento de osteoporose e osteoartrite: uma revisão sistemática. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 19, n. 1, p. 153-164, 2016.
SILVA, T. F. da; PENNA, A. L. B. Colágeno: características químicas e propriedades funcionais. Rev Inst Adolfo Lutz, v. 71, n. 3, p. 530-539, 2012.
ZAGUE, V. et al. Collagen hydrolysate intake increases skin collagen expression. And supresses matrix metalloproteinase 2 activity. J Med Food, v. 14, p. 1-7, 2001.
O QUE É BARRAS DE ACCESS?
O QUE É BARRAS DE ACCESS?
uma nova ferramenta quântica de expansão da consciência

07 de Abril, 2020

SAÚDE E CURA ATRAVÉS DE ENERGIAS E FREQUÊNCIAS
SAÚDE E CURA ATRAVÉS DE ENERGIAS E FREQUÊNCIAS
No seu nível mais elementar a realidade física é sustentada por vib...

25 de Julho, 2016

HIPOCLORIDRIA E SUAS CONSEQUÊNCIAS
HIPOCLORIDRIA E SUAS CONSEQUÊNCIAS
Uma queixa muito frequente em meu consultório de Nutricionista/Terape...

27 de Julho, 2016

ZINCO
ZINCO

23 de Abril, 2020

COLAMIN
COLAMIN

24 de Abril, 2020

  • Samoel Gomes Ferreira

    Olá sou Samoel Gomes Ferreira (Samuca) meu filho de 11 anos é portador da Síndrome de Asperger, tratei com a Medicina...
    23 de Agosto, 2016
  • Obrigada por estas informações! Fez diferença na minha Vida, de agora pra frente!!! Obrigada!!!
    05 de Agosto, 2016
  • Karla Adryana Diniz Meireles

    Muito aprendizado nas aulas de biofactor, e homotoxicologia. Excelentes aulas. Grata pelos ensinamentos. Equipe fisioq...
    07 de Junho, 2016
Curso de Formação em Saúde Quântica